II Congresso Ibérico da Dehesa e o Montado


 

 

O Governo da Extremadura, a partir da Secretaria de Economia, Competitividade e Inovação. (através do Centro de Investigações Científicas e Tecnológicas da Extremadura (CICYTEX) e a Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento Rural, Meio Ambiente e Energia em colaboração com a Universidade da Extremadura, a Associação de Gestores de Montado, ADENEX, Federação de Montado (FEDEHESA), a Universidade de Córdoba, o Instituto de Investigação e Formação Agrária e Pesqueiras-IFAPA da Andaluzia e a Confraria do Sobreiro e da Cortiça (CSC) estão a organizar a celebração do II Congresso Ibérico da Dehesa e do Montado nos dias 23 e 24 de Abril de 2015 em Badajoz.

As explorações de pastagens e montado são sistemas reconhecidos pela extraordinária qualidade dos seus produtos, fruto de práticas compatíveis com uma biodiversidade única na Europa. A Extremadura alberga a terceira parte dos aproximadamente 4,5 milhões de hectares da superfície total Ibérica, constituindo um excelente ponto de encontro para debater as formas de melhorar a rentabilidade e mitigar a problemática ambiental, especialmente a associada à floresta.

Este ecossistema requer, por um lado, uma aliança dos gestores públicos e privados, dos centros de investigação e das organizações cidadãs preocupadas com as pastagens e o montado. Por outro lado, necessita de um enfoque diferenciado nas políticas agrárias europeias e nacionais que reconheça a sua singularidade.

O principal objectivo deste congresso é expor os avanços na inovação criados no âmbito do Montado, tais como novas unidades organizativas, inovação em planos de gestão e inovação em produtos e processos associados. Assim como evidenciar a posição do montado nas normas europeias e como isto se traduz a nível de ajudas aos gestores das mesmas.

O prazo de inscrição está aberto até dia 16 de Abril de 2015. A inscrição no congresso é gratuita e poderá ser realizada em http://observatoriodehesamontado.gobex.es/ii_congreso_dehesa.

 

Colabora: